Série - Família - O Papel Da Mulher


O Papel da Mulher


Sl. 128
“Bem-aventurado todo aquele que teme ao Senhor e anda nos seus caminhos. Pois comerás do trabalho das tuas mãos; feliz serás, e te irá bem. A tua mulher será como a videira frutífera, no interior da tua casa; os teus filhos como plantas de oliveira, ao redor da tua mesa. Eis que assim será abençoado o homem que teme ao Senhor. De Sião o Senhor te abençoará; verás a prosperidade de Jerusalém por todos os dias da tua vida, e verás os filhos de teus filhos. A paz seja sobre Israel”.

Antes de falarmos especificamente sobre o papel da mulher, gostaria de abrir um parêntese e falar sobre os cônjuges.

Ø Cônjuges :  Aqueles que levam o mesmo jugo, a mesma carga.

Há uma carga a se levar nesta vida, e que não é possível levar-se sozinho. Então o Senhor diz : Vocês dois levem juntos esta carga. Juntem-se e  levem esta caga. Os dois se juntam e levam a carga. Cônjuges.

Embora os dois levem juntos a mesma , é importante lembrar que cada um tem um papel específico determinado pelo Senhor. A sua função no matrimônio, um papel importante e de muita responsabilidade.



O papel básico de cada um

A razão principal da desagregação da família hoje em dia é a confusão com respeito ao papel de cada um. As pessoas não entendem o seu papel, um quer fazer a função do outro, intrometendo-se e não intendendo a função do outro. A família torna-se uma grande confusão . As pessoas querem viver conforme o seu caminho e não querem buscar o caminho do Senhor.

            Deus estabeleceu diferenças desde o princípio e nós devemos aceitar estas diferenças.

Ø Nós não estamos nesta corrente de igualdade entre o homem e a mulher

O Senhor estabeleceu diferenças

Há igualdade diante de Deus, mas há diferença de papel e funções de cada um. Temos visto a obra que Satanás está realizando para destruir as famílias. Uma das armas que ele usa é  eliminar as diferenças entre homem e mulher, entre o papel do marido e o papel da esposa.

Gn 1:28
Gn 2:18
I Co 11:3;7-9;11-12
I Tm 2:11-15

Cada um deve conhecer e assumir o seu papel, e também conhecer o papel do seu cônjuge. Em palavras bem mais simples:

Ø O papel do homem é ser cabeça.
Ø O papel da mulher é ser auxiliadora idônea.

Ai está a sabedoria de Deus, muito simples. Alguns procuram coisas mais complicadas e acabam por complicar mais as coisas.

O papel do homem é ser cabeça e o da  mulher é ser auxiliadora idônea. Nestas palavras: cabeça e auxiliadora idônea está contida toda a essência de qual é a função de cada um no lar.

I Tm 2:11-15
“A mulher aprenda em silêncio com toda a submissão. Pois não permito que a mulher ensine, nem tenha domínio sobre o homem, mas que esteja em silêncio. Porque primeiro foi formado Adão, depois Eva. E Adão não foi enganado, mas a mulher, sendo enganada, caiu em transgressão; salvar-se-á, todavia, dando à luz filhos, se permanecer com sobriedade na fé, no amor e na santificação.”

Neste texto vemos que o homem foi criado primeiro, Deus deu ao homem uma série de responsabilidades. Tinha no Éden  todo o jardim para cuidar, tinha que dar nomes aos animais.

Ø Muita responsabilidade Deus deu ao homem : Ele queria cumprir seu propósito de ter uma grande família e começou com aquele homem.

Mas de repente Deus disse : “não é bom que o homem esteja só. Far-lhe-ei uma adjutora que lhe seja idônea.”.

Para que Ele quis fazer ? Porque o Senhor se determinou fazer a mulher?
Disse que não era bom que o homem estivesse só, porque Adão estava só. Nós podemos ler, e pensar que Deus estava com pena de Adão dizendo : “Coitadinho de Adão, está tão sozinho,  solitário,  não tem ninguém para  conversar antes de dormir ( como nós fazemos ) dar um beijinho, contar tudo; vou arrumar uma companheira para ele, uma serva para fazer as vontades dele”. Não foi assim,  embora tenha sido bom para Adão, ter aquela companheira. Embora tenha ficado feliz com aquela companheira. Acabou a sua solidão. Não foi para isso que Deus fez a mulher.

O Senhor tinha um propósito, e sabia que o homem não podia sozinho cumprir esse propósito. Imagine como Adão ia fazer para se multiplicar. Que frustração! Então para que Adão pudesse cumprir o propósito de Deus, Ele fez a mulher, para ser uma adjutora, uma auxiliadora para Adão, para eles juntos cumprirem o propósito de Deus.

            Menos mal que isso foi bom para Adão, menos mal que isso satisfez as necessidades pessoais de Adão, mas não foi esse o motivo. Deus nunca disse: Far-lhe-ei uma companheira. Deus disse: “far-lhe-ei uma adjutora idônea”. Há algo para fazer, há um propósito a alcançar.

            De maneira que a mulher não é uma serva do homem, uma ferramenta de trabalho ou um objeto, mas a mulher é ser criado por Deus com a mesma capacidade do homem. Quer alguns machões aceitem ou não, a mulher tem a mesma capacidade do homem para auxiliá-lo a levar adiante o propósito de Deus.

Que cada um cumpra seu papel sem competir com o outro, sem tentar assumir o papel do outro.

Ø O Senhor é que fez o matrimônio. O matrimônio é uma instituição divina, não foi invenção do homem, nem fruto de sua evolução. Portanto não é um acordo entre duas partes nem uma sociedade a dois.

            Quando há um acordo entre duas pessoas, elas se unem para formar uma sociedade, documentam tudo e ali colocam os seus deveres e as obrigações de cada um. Cada uma das partes coloca suas condições no papel de maneira que podem formar uma sociedade. O casamento não é assim.

Ø O casamento começa no Senhor e é Ele que põe as condições.

            Alguns colocam condições para se casar.
            A mulher diz : “Eu caso” mas coloca 1, 2, 3, 4 condições , e o homem tão apaixonado aceita.

            Não pode haver condições nem do homem nem da mulher, não são os dois que estabelecem as condições do casamento e sim o Senhor. É ele que estabelece o papel e as condições para cada um.

            O Senhor coloca condições e não favorece nenhum dos dois, nem ao homem nem à mulher. Ele quer abençoar a ambos com seus princípios para o casamento. Não quer dar vantagens a ninguém.

Diferenças entre o homem e a mulher

            Vimos até aqui o papel básico de cada um, vamos agora observar algumas diferenças entre o homem e a mulher no geral:

Diferenças físicas :   Não é necessário entrarmos em detalhes aqui.

Diferenças de caráter

O Homem
A Mulher
O homem é mais racional. Portanto, o homem como cabeça não pode se deixar levar pela intuição da mulher. Por isso Deus lhe deu intelecto.
A mulher é mais intuitiva. É necessário que haja a razão do homem e a intuição da mulher. Deve haver um equilíbrio entre os dois.
O homem é um generalizador, vê as coisas no geral. Ele está preocupado se no geral a casa anda bem. O homem foi feito por Deus de forma a ser o supervisor do lar, um projetista.
A mulher é mais detalhista. Ela  preocupa-se com os detalhes do lar. Ela coloca um vaso, uma coisinha, preocupada com cada cantinho. 
O homem é futurista. Ele se realiza traçando planos, buscando alvos e trabalhando para conseguir alcançá-los. Ele é um projetista.



A mulher é imediatista. Ela se realiza nas tarefas de cada dia. Se ela vai-se deitar e todas as tarefas do dia foram feitas, ela dorme tranqüila. Se ela não fosse assim não aguentaria a rotina do dia a dia. Ela agüenta porquê se satisfaz cumprindo o seu papel.



Não anular o marido

Ø A mulher tem que desempenhar sua função em casa, sem deslocar o marido.

            Muitas vezes a mulher vê que alguma coisa foi feita sem pedir sua opinião e fica amuada. Já fica mal. Já deslocou seu marido, já anulou seu marido.
            Alguém já viu aqui um marido anulado?
            Eu já. Triste figura. Um marido anulado para a posição que o Senhor o colocou.

A mulher quando procura assumir a posição que não é dela, não assumir seu papel, assumir o papel do marido, vai ficando cada vez mais nervosa, irritada, descontrolada, suas emoções são afetadas, sua mente fica embotada. Prejudica-se a si mesmo, agride-se a si mesma quando quer trocar de papel com o seu marido, porque Deus não a fez com constituição para assumir aquela posição. Deus  diz lá em Pedro: como vaso mais frágil. Algumas dizem: “Você não viu meu marido, se eu não faço as coisas ele não faz nada, acomodado. Eu tenho que tomar a frente porque senão a casa cai”.

            Sabe o que é? É que está mulher já anulou seu marido. Já viveu durante a sua vida de casada uma postura que o anulou, e ele ficou fraco, derrotado e já não pode fazer nada mesmo, porque ela é uma "sargentona" , só lhe falta a farda. Ela torna-se cabeça e o homem ajudador.

            Sim querida, pois não querida.
Ela está tão feliz, põe o braço por cima dele, meu marido é uma excelente mulher.

            E os filhos crescem vendo esta relação. A menina cresce vendo isso e depois tem vinte anos, vai casar, e quem tira da sua mente aquilo que entrou ?

            Agora estou falando às irmãs, mas para ajudar um pouco os irmãos, eu quero dizer aqui, que:

Ø Toda mulher ( com exceção de poucas ) de um jeito ou outro procura dominar seu marido. Amém irmãs ? 

·    Algumas tentam mandar, algumas são mandonas e aí estão com seu papel completamente descaracterizado.
·    Outras simplesmente  não são “sargentonas”, e a maioria é assim hoje: 50% com 50%. (Procura igualdade). Então querem igualdade no governo, igualdade no poder de tomar decisão. Não há papéis, anulam-se os papéis.
·    O mais difícil é o 3o. tipo: Aceita seu papel, mas dissimuladamente dá um jeitinho de mandar em casa.

Ø Eu gostaria de dizer aos irmãos que a mulher faz isso na medida que seu marido deixa.

            Querem ver como as mulheres fazem para mandar ? Não digo mandar com autoritarismo: Faça isso! Faça aquilo!  Mas para dar um jeitinho que a sua vontade seja feita dentro de casa:

·    Algumas usam o mimo: “Ah queridinho, amorzinho”. Ele já tinha tomado a decisão, mas ele gosta tanto daquele mimo! Ah faz lindinho!
·    Outra se emburra : cara feia, beicinho, beição.
·    Algumas apelam para chantagem emocional, choram pelos cantos. Por incrível que pareça há muito disso.
·    Outras apelam para  chantagem sexual , se negam a seus maridos, e o pobre coitado não se domina e cede: seja feita a vossa vontade.
·    Outras fazem papel de sofredora , já que o marido não vai concordar, ele chega e ela já vem chorando.

            Então cada marido conheça bem sua mulher e conheça bem as suas artimanhas, porque senão vai pensar que é o cabeça, mas as decisões dentro de casa são dela.

Para ilustrar o papel da mulher vamos usar a ilustração do presidente e do ministro da economia: provavelmente o ministro da economia, pelos seus conhecimentos, vai conhecer muito mais de economia do que o presidente. É óbvio, senão o presidente não precisaria dele. Então ele tem ali um ajudante, e aquele ajudante entende muito mais numa determinada área do que o presidente, mas nem por isso o ministro da economia pode deslocar o presidente do seu posto de autoridade, ou seja, qualquer decisão, o presidente tem que assinar. Tem que haver a decisão final daquele que tem a máxima autoridade.

            Da mesma forma a mulher recebeu de Deus determinados dons, em algumas áreas ela está mais apta do que o seu marido, em algumas áreas ela pode se desenvolver mais do que o marido, mas nem por isso ela está em condições de deslocar o marido do governo sobre a casa. A cozinha é minha, não te mete na cozinha, que história é essa ? Ainda que ela entenda muito mais de cozinha do que o marido, ainda que seja a área onde ela opera, a supervisão geral do lar é do marido. Graças a Deus que eu não preciso me meter na cozinha. Amém, existe alguém que entende tudo de cozinha, mas ela não pode deslocar seu marido da posição de autoridade, porque ela entende melhor em alguma área. O marido tem autoridade para intervir em qualquer área da vida familiar.

Como assumir seu papel

            Agora vamos ver um ponto mais. Como a mulher deve-se comportar para assumir seu papel. Qual papel ? Ajudadora idônea, esse é o papel da mulher para ajudar o marido a cumprir o propósito de Deus.

            Vamos ver como  ver como a mulher deve se comportar. Então  vamos ler :

Efésios 5:22-24;33
“Vós, mulheres, submetei-vos a vossos maridos, como ao Senhor; porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da igreja, sendo ele próprio o Salvador do corpo. Mas, assim como a igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres o sejam em tudo a seus maridos”.

Colossenses 3:18
“Vós, mulheres, sede submissas a vossos maridos, como convém no Senhor”.

I Pedro 3:1-6.
“Semelhantemente vós, mulheres, sede submissas a vossos maridos; para que também, se alguns deles não obedecem à palavra, sejam ganhos sem palavra pelo procedimento de suas mulheres, considerando a vossa vida casta, em temor. O vosso adorno não seja o enfeite exterior, como as tranças dos cabelos, o uso de jóias de ouro, ou o luxo dos vestidos, mas seja o do íntimo do coração, no incorruptível traje de um espírito manso e tranqüilo, que és, para que permaneçam as coisas. Porque assim se adornavam antigamente também as santas mulheres que esperavam em Deus, e estavam submissas a seus maridos; como Sara obedecia a Abraão, chamando-lhe senhor; da qual vós sois filhas, se fazeis o bem e não temeis nenhum espanto”.

            Estes textos falam com muita clareza da atitude, do comportamento, o trato que cada um deve dar em relação ao seu marido, comportamento e atitude de cada cônjuge, o trato que cada um deve dar a falta desse entendimento é o maior gerador de conflitos para toda a família. Os filhos são criados malcriados por essa falta de entendimento. A esposa não sabe como se relacionar com seu esposo e o esposo não sabe como se relacionar com sua esposa. Está é uma área onde Satanás está batalhando diariamente sobre nossas famílias, para destruí-las.

            Se nós ouvirmos a palavra do Senhor, se atentarmos a palavra do Senhor, vamos colher o fruto, vamos ter um lar onde há paz. Diz a palavra que o Senhor é o Príncipe da Paz. Um lar onde há harmonia, onde há tranqüilidade, é um lar onde os nossos filhos vão crescer num ambiente de exemplo, depois vão seguir fazendo a mesma coisa. Se consertarmos nossa atitude com respeito ao nosso cônjuge não apenas o nosso casamento vai ser abençoado, mas os nossos filhos vão ser abençoados, nossos netos, até a quarta geração haverá benção.

            Mas se pelo contrário, não obedecermos a estas palavras vamos trazer maldição sobre a nossa casa e sobre os lares que vão sair de nossos filhos. Nós podemos trazer benção ou maldição. Uma criança vendo uma mulher discutir com seu marido, ou cresce vendo o marido tratar mal sua esposa, sendo ríspido, áspero, duro. A menina que cresce vendo a mãe tratar mal a seu pai vai fazer a mesma coisa em sua casa, também o filho ao ver seu pai ser bruto, quando casar vai tratar a sua esposa da mesma maneira.

            Portanto é uma área onde Deus pode operar muito se formos obedientes. Satanás pode destruir muito se formos desobedientes.

            Nestes três textos que lemos nós vemos que tanto Paulo quanto Pedro começam a falar para a mulher, porque não começam a falar primeiro para o homem ? Se o homem é o cabeça por que não começa a falar primeiro a ele ? Eu penso que não é coincidência, porque nos três textos começa a falar a mulher.

            Queridas, Deus quer que o homem seja o cabeça do seu lar, mas começa a falar para as mulheres para que elas dêem lugar ao homem, pela sua atitude ela mostre aos filhos o pai como cabeça.

Três atitudes básicas que nós vemos nestes textos:

1 - Submissão (Aleluia!)

Hoje há um verdadeiro horror a esta palavra por causa do machismo.
O Senhor não está a favor do machismo. Amém ?
            O Senhor quer que cada marido ame a sua esposa, respeite, seja terno com ela.

Se há machismo e os homens não estão cumprindo o propósito de Deus, a resposta de Deus para o machismo não é o feminismo. O machismo é um mal e o feminismo é também um mal, e nunca foi ensino do Senhor responder o mal com o mal. Portanto, a resposta para o machismo não é o feminismo, nem tampouco a igualdade que descaracteriza o papel de cada um. Qual a resposta do Senhor para o machismo ? A humildade de Jesus Cristo numa mulher submissa . A resposta do Senhor para o machismo.

E já que estamos falando de machismo, gostaria de desmistificar uma coisa aqui: fala-se que nós vivemos numa sociedade machista, porque nós não vivemos numa sociedade machista; nós vivemos numa sociedade corrupta , onde por causa do pecado  a grande maioria dos homens não conhece seu papel e é machista. E a grande maioria das mulheres não conhece seu papel e é rebelde. Nós não estamos numa sociedade machista, estamos numa sociedade corrupta onde homens e mulheres tem saído de seu papel.

Ø A resposta do Senhor para o machismo nunca foi o feminismo, mas sim  a submissão e humildade de Jesus Cristo numa vida de uma mulher submissa.

            Que as mulheres aprendam a ver a submissão não como uma carga, um fardo, mas como uma benção. João diz: os seus mandamentos não são penosos.
Ë penosa a submissão ? Quantas aqui podem receber com alegria essa palavra do Senhor ?
            Que cada mulher possa dizer:  “A lei do Senhor é perfeita e restaura a alma”, restaura a mulher, a casa, a família. ( Sl. 19:7)

Satanás quer colocar as suas mentiras.
Por que Satanás caiu ?
            Por que Satanás perdeu a posição ?

Ø Porque ele quis  exaltar-se e ocupar a posição que não era sua.

            Ele quer fazer isso na mulher, notemos o exemplo de Eva. Primeira obra de Satanás com uma mulher diz aquilo que nós lemos hoje, imagine Satanás ao se aproximar de Eva, se ela tivesse dito: Espera aí um pouco que eu vou chamar meu marido. Pronto, estava resolvido o problema.

            O diabo quis exaltar-se  e perdeu por toda a eternidade, e hoje o diabo quer destruir nossos lares, tentando trazer a  sua corrupção e miséria.

            Outra coisa importante para dizer é que a submissão não rebaixa, a mulher  não é capacho do homem. A submissão posiciona a mulher, dignifica a mulher, protege a mulher. Jesus não se sentiu rebaixado por se submeter ao Pai.
           
            Sabe qual era a alegria de Jesus ? Pregar, ensinar, fazer milagres, tudo isso era alegria por causa de uma coisa:  o grande prazer de sua alegria estava na sua submissão ao Pai.

            Não se sentia anulado, podia dizer eu sou Deus também, vamos dividir o governo. Sendo Deus se esvaziou, e assumiu a forma de servo, não se sentia rebaixado mas obedecia ao Pai com grande alegria. Era seu prazer. Um dia ele falou aos discípulos e eles não entenderam nada: a minha comida consiste em fazer a vontade daquele que me enviou , meu Pai que está no céu, Jesus não tinha complexos.

Ø Não sejam complexadas irmãs, ninguém é inferior a ninguém. Mulher você não é inferior ao seu marido. Marido você não é superior a sua mulher.

            Somos todos iguais diante de Deus. Todos temos a mesma posição como criaturas diante de Deus. Temos apenas papéis e funções diferentes. Não há nenhuma inferioridade na submissão e nenhuma superioridade em ser cabeça. Temos funções e cargos diferentes.

            Hoje infelizmente temos muitos lares destruídos, a mulher querendo exaltar-se cria para si confusão, temores. Muitas mulheres não se submetem a seus maridos e o lar é um inferno. E por outro lado existem  aquelas que não se sujeitam a seus maridos e há uma aparência de paz, e o marido só sabe dizer: Sim querida, amém querida.

2 - Atitude de respeito

Ø O respeito já é um fruto da submissão.

            Que coisa feia ver uma mulher que não respeita seu marido, ainda mais diante dos outros. Não tem o devido trato, é insolente, nervosa, matreira.
Quando vejo uma mulher assim eu vejo uma farda ou me lembro de um soldado alemão.

            Os homens quando chegam em casa querem tranqüilidade, mas aí a mulher começa: “Óh o sapato aqui, a revista lá !!”

            Não têm respeito. Ao contrário disso poderiam dizer: “Senta aqui, vou fazer uma massagem”.

            A mulher é responsável por ensinar os filhos a respeitarem o pai. Muitas tratam o marido como se fosse o filho mais velho - instinto maternal. Acaba desrespeitando o marido sem querer.

3 - Espírito manso e tranqüilo

Ø A mulher não deve se ataviar com adornos, enfeites, vestidos de luxo, mas de um espírito manso.

            Toda mulher gosta de se enfeitar. Não ?
            Por que vocês se enfeitam ?
            Para quem vocês se enfeitam ? Para seu marido ?

            Não há nada de errado, não há pecado nisso, desde que não haja má intenção.          Não se preocupe demasiadamente em se enfeitar, o Senhor tem um adorno melhor, que é um espírito manso e estará mais bonita que as outras.

            Pergunte aos homens, o que eles preferem: uma mulher com cinco anéis, colar, penteado da moda, nervosa, exigente, irritada ou uma que está ali, bem vestida, simples, arrumadinha, mansa e tranqüila ?

            Eu falo a vocês de todo o coração. Um homem se deleita com sua mulher quando ela é mansa, tranqüila.

            Existem maridos que saem ás 17:00 hs do trabalho e vai para o bar, sai com os amigos, vai jogar futebol e o martírio para eles é quando chegam em casa.

Ø O marido quer encontrar paz, não nervos.

            Salomão tinha palácios, vestimentas, glória, esplendor, adquiriu sabedoria do Senhor e diz em Pv 21:9
“É melhor morar no canto do eirado do que morar na mesma casa com uma mulher rixosa”.
Ele diz isso duas vezes no livro de provérbios (Pv 25:24) e outra vez ele diz:
Pv 21:19
“É preferível morar no deserto do que com a mulher rixosa e iracunda”.
Pv 27:15-16
“O gotejar contínuo em dia de grande chuva e a mulher rixosa são semelhantes,  contê-la seria como conter o vento com a mão”.

            O melhor penteado, o melhor vestido, o melhor adorno é um espírito manso e tranqüilo. Se a mulher está vestida assim o marido é feliz.

Outras qualidades recomendáveis:

·    Compartilhar da vida do marido:  não seja mulher de panelas e fraldas, seja companheira dele. (Na hora do relaxamento, amizade.)

·    Saber animar:  o homem suporta muitas coisa na rua e `as vezes chega desanimado. Aprenda a animar o marido.

·    Saber apreciar:  dar valor, reconhecer. Quantas vezes disse a ele da sua gratidão ? Ou fala mais das falhas que ele tem, quer um marido perfeito, e não olha para tudo o que ele já fez. (Ex.: Como sou grata a Deus, tenho um marido que me sustenta!).
Muitos maridos fazem tantas coisas e não são reconhecidos pelas esposas.

·    Cuidar do aspecto físico:  não ser relaxada (bom gosto).

·    Cuidar para ter boas relações sexuais:  não fazer como uma obrigação, deve-se vestir adequadamente (perfume...).

·    Ser boa dona de casa: o marido chega, a pia cheia e a mulher vendo novela. Algumas são submissas e é isso que o marido espera, mas às vezes não está cobrando submissão e sim que sejam mais esmeradas com sua casa.

·    Apreciar os familiares dele: quando casamos não tem mais essa de minha família ou família dele.(Dar valor aos familiares do esposo).



Palavra Final

            Gostaria de dar uma palavra de ânimo para aquelas que não tem seus maridos convertidos.

I Pe 3:1-3
“Semelhantemente vós, mulheres, sede submissas a vossos maridos; para que também, se alguns deles não obedecem à palavra, sejam ganhos sem palavra pelo procedimento de suas mulheres, considerando a vossa vida casta, em temor. O vosso adorno não seja o enfeite exterior, como as tranças dos cabelos, o uso de jóias de ouro, ou o luxo dos vestidos”.

            O papel da mulher que tem marido incrédulo é o mesmo da que tem marido cristão. Não muda nada. A submissão da mulher não depende do homem, é um princípio colocado por Deus.

Ø Sugestão: Quando tiver que submeter e não for fácil, lembre-se: você não está se submetendo a um homem, mas está servindo a Jesus enquanto se submete a ele.

            Quero lembrar que mesmo que sofram, todas as coisa cooperam para o bem daqueles que amam a Deus. Ele está te aperfeiçoando.


Outros textos:

Pv 14:1
“Toda mulher sábia edifica a sua casa; a insensata, porém, derruba-a com as suas mãos”.

Pv 12:4
“A mulher virtuosa é a coroa do seu marido; porém a que procede vergonhosamente é como apodrecimento nos seus ossos”.

Tt 2:1-5
Tu, porém, fala o que convém à sã doutrina. Exorta os velhos a que sejam temperantes, sérios, sóbrios, sãos na fé, no amor, e na constância; as mulheres idosas, semelhantemente, que sejam reverentes no seu viver, não caluniadoras, não dadas a muito vinho, mestras do bem, para que ensinem as mulheres novas a amarem aos seus maridos e filhos, a serem moderadas, castas, operosas donas de casa, bondosas, submissas a seus maridos, para que a palavra de Deus não seja blasfemada”.

Pv 18:22
“Quem encontra uma esposa acha uma coisa boa; e alcança o favor do Senhor”.

Pv 19:14
“Casa e riquezas são herdadas dos pais; mas a mulher prudente vem do Senhor”.