Impedimentos para conhecer Deus.

Impedimentos para conhecer Deus!


Todos querem reinar na vida. Todos querem ter sucesso.

Rm 5:17 “Porque, se pela ofensa de um só, a morte reinou por esse, muito mais os que recebem a abundância da graça, e do dom da justiça, reinarão em vida por um só, Jesus Cristo.”

1º RELIGIÃO (lei)

Dicionário Porto Editora: “Observação de preceitos religiosos”
– Busca que o homem faz para agradar a Deus.
Religião está baseada nos preceitos constituídos pelo homem.

Lucas 18:18-23
“18 ¶ E perguntou-lhe um certo príncipe, dizendo: Bom Mestre, que hei de fazer para herdar a vida eterna?
19 Jesus lhe disse: Por que me chamas bom? Ninguém há bom, senão um, que é Deus.
20 Sabes os mandamentos: Não adulterarás, não matarás, não furtarás, não dirás falso testemunho, honra a teu pai e a tua mãe.
21 E disse ele: Todas essas coisas tenho observado desde a minha mocidade.
22 E quando Jesus ouviu isto, disse-lhe: Ainda te falta uma coisa; vende tudo quanto tens, reparte-o pelos pobres, e terás um tesouro no céu; vem, e segue-me.
23 Mas, ouvindo ele isto, ficou muito triste, porque era muito rico.”


Vamos ver…

V.21 – “Todas essas coisas tenho observado desde a minha mocidade.”

A que coisas esse estava a referir-se? – A todos os mandamentos referidos anteriormente (Tradição)

A religião é um PODER CONTROLADOR devido aos: “Podes fazer isto…” e “Não podes fazer aquilo…”
Quando falhamos achamos que não somos dignos de ter/obter a bênção de Deus. (damos de caras com as obras da Lei/Carne que nos levam à condenação e não à Graça de Deus)

Rm 8:14-16
“14 Porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus, esses são filhos de Deus.
15 Porque não recebestes o espírito de escravidão, para outra vez estardes em temor, mas recebestes o Espírito de adoção de filhos, pelo qual clamamos: Aba, Pai.
16 O mesmo Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus.”

Rm 7:18-21
“18 Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem algum; e com efeito o querer está em mim, mas não consigo realizar o bem.
19 Porque não faço o bem que quero, mas o mal que não quero esse faço.
20 Ora, se eu faço o que não quero, já o não faço eu, mas o pecado que habita em mim.
21 Acho então esta lei em mim, que, quando quero fazer o bem, o mal está comigo.”

LEI e GRAÇA

Este jovem era PROFUNDAMENTE RELIGIOSO, mas ainda era mais MATERIALISTA. Tinha acabado de rejeitar um convite de Jesus – SEGUI-LO- por causa das riquezas.

2º TRADIÇÃO

Dicionário Porto Editora: “transmissão oral dos factos, lendas, dogmas, etc., de uma sociedade, de geração em geração, forma de pensar ou de agir herdada de gerações anteriores; uso; hábito”

Mateus 15:6-9
“6 E assim invalidastes, pela vossa tradição, o mandamento de Deus.
7 Hipócritas, bem profetizou Isaías a vosso respeito, dizendo:
8 Este povo se aproxima de mim com a sua boca e me honra com os seus lábios, mas o seu coração está longe de mim.
9 Mas, em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos dos homens.”


Tradição é uma AUTORIDADE NEGATIVA quando é baseada nos preceitos do homem.
Tradição ANULA o PODER de DEUS na nossa vida. Ela impede que Deus possa agir em nosso favor, promovendo uma adoração vã, sem qualquer efeito prático.

a) Evangelho sem Jesus Cristo
b) Uma igreja sem vida
c) Evangelho sem cruz
d) Cruz sem sangue

“A Tradição já não é o que era”

A Tradição é tudo aquilo que nos passado funcionou, mas que agora não passa de lembranças, memórias…
Pessoas dizem:

“No meu tempo…” (tempo da tradição)
“Na igreja antiga…” (talvez fosse o mover de Deus, mas hoje o mesmo aplicado pode resultar em preceitos de homens)

Isaías 29:13
“Porque o Senhor disse: Pois que este povo se aproxima de mim, e com a sua boca, e com os seus lábios me honra, mas o seu coração se afasta para longe de mim e o seu temor para comigo consiste só em mandamentos de homens, em que foi instruído;”

a) Costumes
b) Pensamentos antigos
c) Acções do passado
d) Métodos de cultuar

3º INCREDULIDADE

Dicionário Porto Editora: “qualidade do que duvida ou é desconfiado; descrença”

Mateus 13:54-58
“54 E, chegando à sua pátria, ensinava-os na sinagoga deles, de sorte que se maravilhavam, e diziam: De onde veio a este a sabedoria, e estas maravilhas?
55 Não é este o filho do carpinteiro? e não se chama sua mãe Maria, e seus irmãos Tiago, e José, e Simão, e Judas?
56 E não estão entre nós todas as suas irmãs? De onde lhe veio, pois, tudo isto?
57 E escandalizavam-se nele. Jesus, porém, lhes disse: Não há profeta sem honra, a não ser na sua pátria e na sua casa.
58 E não fez ali muitas maravilhas, por causa da incredulidade deles.”


Jesus estava numa sinagoga (local de culto do judaísmo) e em Nazaré, cidade onde os preceitos religiosos eram profundamente observados, e o texto diz que ele não pode fazer ali muitos milagres.
Porque?

v.58 “Por causa da incredulidade deles…”

1- Será que eles não criam em Deus?
2- Será que eles não eram religiosos?
3- Será que eles não conheciam as escrituras?

A incredulidade impediu o PODER SOBRENATURAL de DEUS nas suas vidas – INCREDULIDADE.