Princípios de Vida Práticos !




















II Reis 4

VELHO TESTAMENTO – Lições praticas para a nossa vida.


2 Rs 4:8,9


1º ELA VIU… o profeta várias vezes (maneira de viver de falar)

Para alguém dizer que um homem é um homem de Deus tem que travar conhecimento/relacionamento.

Não é só xo-to-to… Gato por Lebre… 1º Conhece e depois fala.


V.9,10


1º PLURAL … Façamos-lhe, nós…

Casamento é unicidade e não unidade.

Unicidade são duas partes que se fundem.

Unidade são duas partes que se juntam.

Ela é uma mulher de liderança e posição, mas ela não abusa do marido. Todas as decisões tem que ser compartilhadas.

Eu sou cabeça / Macho … Trazer pessoas para jantar sem avisar… Decisões são tomadas juntas.

2º Quando fizeres o bem faz algo que SIRVA para outro.

Roupas velhas, sapatos com ar condicionado. Camisa de seda com um ferro queimado atrás.

AMA a DEUS acima de todas as coisas e ao próximo como a ti mesmo. Dá aquilo que é útil.


V.11-14


1º Se queres ajudar alguém… trata com desvelo (grande ajuda, amizade)


Ela era rica. “Haverá alguma coisa que se faça por ti”

Pessoas ingratas. Reconhecimento, gratidão e Reciprocidade.

Reconhece o bem que alguém te faz por menor que seja. Exemplo : Ele é rico não precisa de nada.


2º Ele insiste em saber o que ela precisa. (reciprocidade)


V.15 Ela pôs-se à porta.


Existem pessoas que pensam que por terem feito o bem que podem abusar das pessoas.

Ela respeitou o espaço do profeta. Por teres feito o bem não significa que podes abusar das pessoas..

Pais e mães – porque ajudam pensam que podem meter-se nas vidas dos filhos ou noras. Respeitem!

Ajuda mas não abusas !


V.16,17


Muitas pessoas falam em nome de Deus quando Deus não mandou falar.

Deus confirma as palavras do homem de Deus.

Também existem muitas que não são o que dizem ser.


V.18-20



1º Leva para a mulher.

MULHER é o equilíbrio da casa. Mulher afectiva - Homem é razão.


V.21-25ª



QUANDO O IMPOSSIVEL BATER NA TUA PORTA…

1º Não entres em desespero. Perdes equilíbrio emocional e da razão e fazes estrago.

Mesmo que o impossível bata na porta tu podes fazer alguma coisa.

TOMA UMA ATITUDE.

3º Optimista / Fé – ela não mandou enterrar o filho

Provérbios 24:10 “Se te mostrares fraco no dia da angústia, é que a tua força é pequena.”


CREIA QUE O TEU DEUS É O DEUS DO IMPOSSIVEL.


Marcos 9:23 “E Jesus disse-lhe: Se tu podes crer, tudo é possível ao que crê.”


(mulher sábia) não é sábado. “Tudo vai bem.” Apagas a fogueira ou acendes a fogueira? Fica tranquilo. Como é que administra situações adversas?

5º Prepara o jumento. (50 kilómetros) Carmelo. Quando as coisas estão difíceis emprega uma energia maior, um esforço maior.

6º Foi ao lugar certo. Foi ao Carmelo.

Carmelo – Símbolo da presença de Deus. A igreja é o lugar certo para ti. “as portas do inferno não prevalecem contra a igreja do senhor”

Existem pessoas que vão para outros lugares. Fazem tudo certo mas depois vão ao lugar errado. Vão a casa dos profetas, para ouvir uma profetada… preferência errada!


V.25b-26


1º Quem viu a mulher primeiro? Eliseu. (homem humano capacitado por Deus)

2º Ele manda perguntar se vai tudo bem com ela, com o marido e com o filho. (homem de Deus preocupa-se com a família)

Muitos só se preocupam como dinheiro. Não são homens de Deus !

Ela diz : “Vai tudo bem” para geazi… não fales a tua vida para todas as pessoas.

Marcos 9:23 “E Jesus disse-lhe: Se tu podes crer, tudo é possível ao que crê..”


v.27


O homem de Deus manifesta sabedoria e humildade dizendo que o Senhor não lhe disse nada.

Se Deus não te disse nada - Não digas Nada.

Principios práticos para a vitória !



Muitas vezes pensamos que as vitórias da nossa vida só são conquistadas através de uma intervenção directa de Deus.

Acção directa de Deus.

Tem que haver uma acção de Deus no sobrenatural de Deus. No espiritual…

Deus trabalha com príncipios.

Vemos na Bibilia que Deus quer que usemos princípios práticos, e se usarmos simples príncipios práticos, também iremos obter vitória.

Problema: Queremos que Deus use o sobrenatural, o espiritual para que não tenhamos que fazer esforço no uso de princípios práticos que nos garantem por sí só um caminho para a vitória.




A BIBLIA É UM LIVRO CHEIO DE PRINCIPIOS PRÁTICOS. (centenas de princípios)

Lucas 14:28-31


Deus não vai mover uma folha naquilo que tu podes fazer.

Deus moverá o ceú e a terra naquilo que não podes fazer.


Nós não somos robôs/autómatos para fazer o que nos mandam… nós temos cabeça para pensar no que temos que fazer.


1º Se queres ter sucesso na tua vida estrutura e organiza a tua vida. (Estrutura/organização)


Exodo 33 – Deus diz que vai mandar um anjo para guiar o povo. Moisés diz que quer a presença de Deus. Deus atende e acompanha o povo.

Achas que Deus diz: “podem andar, podem sair, sigam-me…”

Entre Deus dizer que vai guiar o povo e a nuvem (símbolo da presença de Deus) começar a andar, Ex. 33 -40, 27 capitulos de Levítico, 10 Cap. De números – 44 capitulos de princípios, de organização, de administração.

Regras – Direitos e Deveres – Estrutura administrativa (Tabernáculo( quem cuida, carrega, desmonta, assiste…)


Princípios de autoridade (que, é que manda).


Prioridades (quem é o primeiro que sai – tribo)


Como é que queres ter sucesso na tua vida se na tua vida tudo está desorganizado ?

Deus aplica princípios práticos para o sucesso… e nós?

Organiza a tua vida, tua casa, teu trabalho, teus relacionamentos… para ires bem !


2º Planear para conquistar objectivos.


Para se construir casa tem que se fazer cálculos.

Para ir para guerra temos que analisar…


Verifica tua possibilidade.


Tens condições para o fazer?

Anúncios trabalham no emocional e não na inteligência.


Ex: Sem juros…

Pague depois, pague só em 2008, fale agora receba a dobrar…


O diabo vem para roubar… (através de créditos…)


Igreja tratou o homem como ser espiritual – ele também é : biológico, social, psicológico, carnal e espiritual.


3º Fale a verdade até ao limite máximo onde pode ser bênção. Não precisa mentir.


Quem diz que temos que falar todos os mínimos detalhes?

Profeta Samuel – ungir – Rei – casa de jessé. 1 Samuel 16

Se for na casa de jessé ungir outro para ser rei se Saul o rei de Israel e me ver… então serei morto.

Deus diz para ele, para levar um novilho para dizer que vai sacrificar. Eu vou sacrificar.


Exemplo: Vais comprar carne ao talho e o talhante manda umas bocas… vais chegar a casa e contar tudo para o teu marido?

Para de falar todos os detalhes e fale somente a verdade até ao limite máximo onde pode ser benção.

Diante do juiz não falo tudo?


4º Não te entregues por pior que seja a tua situação


Pv 24:10 (princípios prático) Se te mostrares fraco no dia da angústia, é que a tua força é pequena.”

Se te entregares ao problema, o problema irá engolir-te.


Medicina – 98% das enfermidades são psico-somáticas (depressiva, angustiada, desanimada - a tua defesa imunológica será baixa.

Se a tua defesa é baixa então os problemas virão. Alegra-te! Anima-te e resistirás muito mais!


Medicina – O coração generoso tem menos probabilidades de ter um ataque.


Pv 14:30 “ O sentimento sadio é vida para o corpo, mas a inveja é podridão para os ossos.”

Pv 17:22 “ O coração alegre é como o bom remédio, mas o espírito abatido seca até os ossos.”


Não é ilusão ou utopia ou palavras proféticas.


A luta pode ser apertada, mas existe uma vitoria de Deus para mim, eu não me entrego por pior que seja o problema.

Por muito mau que seja a situação… AINDA ESTÁS VIVO!

Se estás vivo ainda há projecto de Deus para ti.


5º O que semeias vais colher.


Planta e receberás.

Mateus 7:12 “Portanto, tudo o que vós quereis que os homens vos façam, fazei-lho também vós, porque esta é a lei e os profetas.”

Gálatas 6:9 “E não nos cansemos de fazer bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não houvermos desfalecido.”


Como é que estás a plantar a tua vida?


Atingimos a maturidade até aos 30 anos. Depois dos 30 só acumulamos experiencia de vida.


Jovem:

O que é que estás a semear? O que fazes agora, será visto no futuro.

Pais:

O que é que estás a plantar no teu filho?


Se plantas no espiritual vais colher no espírito.

Se plantas pecado vais colher SEPARAÇÃO DE DEUS.

Romanos 6:23” Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor.”

Como é que queres ter vitória se não usas princípios na tua vida?

ESTRUTURA/ORGANIZAÇÃO

PLANEAMENTO

FALAR A VERDADE

RESISTÊNCIA

SEMENTEIRA

A Oração Eficaz


A Oração Eficaz

“Elias subiu ao cume do Carmelo, e se inclinou por terra, e meteu o seu rosto
entre os seus joelhos. E disse ao seu moço: Sobe agora e olha para a banda do mar. E subiu, e olhou, e disse: Não há nada. Então, disse ele: Torna lá sete vezes. E sucedeu que, à sétima vez, disse: Eis aqui uma pequena nuvem, como a mão de um homem, subindo do mar. Então, disse ele: Sobe e dize a Acabe: Aparelha o teu carro e desce, para que a chuva te não apanhe. E sucedeu que, entretanto, os céus se enegreceram com nuvens e vento, e veio uma grande chuva; e Acabe subiu ao carro e foi para Jezreel”. 1Rs 18.42b-45

A oração é uma comunicação multifacetada entre os crentes e o Senhor. Além de palavras como “oração” e “orar”, essa atividade é descrita como invocar a Deus (Sl 17.6). Invocar o nome do Senhor (Gn 4.26), clamar ao Senhor (Sl3.4), levantar nossa alma ao Senhor (Sl 25.1), buscar ao Senhor (Is 55.6), aproximar-se do trono da graça com confiança (Hb 4.16) e chegar perto de Deus (Hb 10.22).

MOTIVOS PARA A ORAÇÃO.

A Bíblia apresenta motivos claros para o povo de Deus orar.

1) Antes de tudo, Deus ordena que o crente ore. O mandamento para orarmos vem através dos salmistas (1Cr 16.11; Sl 105.4), dos profetas (Is 55.6; Am 5.4,6), dos apóstolos (Ef 6.17,18; Cl 4.2; 1Ts 5.17) e do próprio Senhor Jesus (Mt 26.41; Lc 18.1; Jo 16.24). Deus aspira a comunhão conosco; mediante a oração, mantemos o nosso relacionamento com Ele.

2) A oração é o elo de ligação que carecemos para recebermos as bênçãos de Deus, o seu poder e o cumprimento das suas promessas. Numerosas passagens bíblicas ilustram esse princípio. Jesus, por exemplo, prometeu aos seus seguidores que receberiam o Espírito Santo se perseverassem em pedir, buscar e bater à porta do seu Pai celestial (Lc 11.5-13). Por isso, depois da ascensão de Jesus, seus seguidores reunidos permaneceram em constante oração no cenáculo (At 1.14) até o Espírito Santo ser derramado com poder (At 1.8) no dia de Pentecostes (At 2.1-4). Quando os apóstolos se reuniram após serem libertos da prisão pelas autoridades judaicas, oraram fervorosamente para o Espírito Santo lhes conceder ousadia e autoridade divina para falarem a palavra dEle. “E, tendo eles orado, moveu-se o lugar em que estavam reunidos; e todos foram cheios do Espírito Santo e anunciavam com ousadia a palavra de Deus” (At 4.31). O apóstolo Paulo freqüentemente pedia oração em seu próprio favor, sabendo que a sua obra não prosperaria se os crentes não orassem por ele (Rm 15.30-32; 2Co 1.11; Ef 6.18, 20; Fp 1.19; Cl 4.3,4). Tiago declara inequivocamente que o crente pode receber a cura física em resposta à “oração da fé” (Tg 5.14,15).

3) Deus, no seu plano de salvação da humanidade, estabeleceu que os crentes sejam seus cooperadores no processo da redenção. Em certo sentido, Deus se limita às orações santas, de fé e incessantes do seu povo. Muitas coisas não serão realizadas no reino de Deus se não houver oração intercessória dos crentes (ver Êx 33.11). Por exemplo: Deus quer enviar obreiros para evangelizar. Cristo ensina que tal obra não será levada a efeito dentro da plenitude do propósito de Deus sem as orações do seu povo: “Rogai, pois, ao Senhor da seara que mande ceifeiros para a sua seara” (Mt 9.38). Noutras palavras, o poder de Deus para cumprir muitos dos seus propósitos é liberado somente através das orações contritas do seu povo em favor do seu reino. Se não orarmos, poderemos até mesmo estorvar a execução do propósito divino da redenção, tanto para nós mesmos, como indivíduos, quanto para a igreja coletivamente.

REQUISITOS DA ORAÇÃO EFICAZ.

Nossa oração para ser eficaz precisa satisfazer certos requisitos.

1) Nossas orações não serão atendidas se não tivermos fé genuína, verdadeira. Jesus declarou abertamente: “Tudo o que pedirdes, orando, crede que o recebereis e tê-lo-eis” (Mc 11.24). Ao pai de um menino endemoninhado, Ele falou assim: “Tudo é possível ao que crê” (Mc 9.23). O autor de Hebreus admoesta-nos assim: “Cheguemo-nos com verdadeiro coração, em inteira certeza de fé” (Hb 10.22), e Tiago encoraja-nos a pedir com fé, não duvidando (Tg 1.6; cf. 5.15).

2) Além disso, a oração deve ser feita em nome de Jesus. O próprio Jesus expressou esse princípio ao dizer: “E tudo quanto pedirdes em meu nome, eu o farei, para que o Pai seja glorificado no Filho. Se pedirdes alguma coisa em meu nome, eu o farei” (Jo 14.13,14). Nossas orações devem ser feitas em harmonia com a pessoa, caráter e vontade de nosso Senhor (ver Jo 14.13).

3) A oração só poderá ser eficaz se feita segundo a perfeita vontade de Deus. “E esta é a confiança que temos nele: que, se pedirmos alguma coisa, segundo a sua vontade, ele nos ouve” (1Jo 5.14). Uma das petições da oração modelo de Jesus, o Pai Nosso, confirma esse fato: “Seja feita a tua vontade, tanto na terra como no céu” (Mt 6.10; Lc 11.2; note a oração do próprio Jesus no Getsêmani, Mt 26.42). Em muitos casos, sabemos qual é a vontade de Deus, porque Ele no-la revelou na Bíblia. Podemos ter certeza que será eficaz toda oração realmente baseada nas promessas de Deus constantes da sua Palavra. Elias tinha certeza de que o Deus de Israel atenderia a sua oração por meio do
fogo e, posteriormente, da chuva, porque recebera a palavra profética do Senhor (18.1) e estava plenamente seguro de que nenhum deus pagão era maior do que o Senhor Deus de Israel, nem mais poderoso (18.21-24).

4) Não somente devemos orar segundo a vontade de Deus, mas também devemos estar dentro da vontade de Deus, para que Ele nos ouça e atenda. Deus nos dará as coisas que pedimos, somente se buscarmos em primeiro lugar o seu reino e sua justiça (ver Mt 6.33). O apóstolo João declara que “qualquer coisa que lhe pedirmos, dele a receberemos, porque guardamos os seus mandamentos e fazemos o que é agradável à sua vista” (1Jo 3.22). Obedecer aos mandamentos de Deus, amá-lo e agradá-lo são condições prévias indispensáveis para termos resposta às orações. Tiago ao escrever que a oração do justo é eficaz, refere-se tanto à pessoa que foi justificada pela fé em Cristo, quanto à pessoa que está a viver uma vida reta, obediente e temente a Deus — tal qual o profeta Elias (Tg 5.16-18; Sl 34.13,14). O AT acentua este mesmo ensino. Deus tornou claro que as orações de Moisés pelos israelitas eram eficazes por causa do seu relacionamento obediente com o Senhor e da sua lealdade a Ele (ver Êx 33.17). Por outro lado, o salmista declara que se abrigarmos o pecado em nossa vida, o Senhor não atenderá as nossas orações (Sl 66.18; ver Tg 4.5 nota). Eis a razão principal por que o Senhor não atendia as orações dos israelitas idólatras e ímpios (Is 1.15). Mas se o povo de Deus arrepender-se e voltar-se dos seus caminhos ímpios, o Senhor promete voltar a atendê-lo, perdoar seus pecados e sarar a sua terra (2Cr 7.14; cf. 6.36-39; Lc 18.14). Note que a oração do sumo sacerdote pelo perdão dos pecados dos israelitas no Dia da Expiação não seria atendida se antes o seu próprio estado pecaminoso não fosse purificado (ver Êx 26.33).

(5) Finalmente, para uma oração eficaz, precisamos ser perseverantes. É essa a lição principal da parábola da viúva importuna (Lc 18.1-7; ver 18.1). A instrução de Jesus: “Pedi... buscai... batei”, ensina a perseverança na oração (ver Mt 7.7,8). O apóstolo Paulo também nos exorta à perseverança na oração (Cl 4.2 nota; 1Ts 5.17). Os santos do AT também reconheciam esse princípio. Por exemplo, foi somente enquanto Moisés perseverava em oração com suas mãos erguidas a Deus, que os israelitas venciam na batalha contra os amalequitas (ver Êx 17.11). Depois de Elias receber a palavra profética de que ia chover, ele continuou em oração até a chuva começar a cair (Ex 18.41-45). Numa ocasião anterior, esse grande profeta orou com insistência e fervor, para Deus devolver a vida ao filho morto da viúva de Sarepta, até que sua oração foi atendida (Ex 17.17-23).

PRINCÍPIOS E MÉTODOS BÍBLICOS DA ORAÇÃO EFICAZ.

1) Quais são os princípios da oração eficaz?

a) Para orarmos com eficácia, devemos louvar e adorar a Deus com sinceridade (Sl 150; At 2.47; Rm 15.11).
b) Intimamente ligada ao louvor, e de igual importância, vem a ação de graças a Deus (Sl 100.4; Mt 11.25,26; Fp 4.6).
c) A confissão sincera de pecados conhecidos é vital à oração da fé (Tg 5.15,16; Sl 51; Lc 18.13; 1Jo 1.9).
d) Deus também nos ensina a pedir de acordo com as nossas necessidades, segundo está escrito em Tiago: deixamos de receber as coisas de que precisamos, ou porque não pedimos, ou porque pedimos com motivos injustos (Tg 4.2,3; Sl 27.7-12; Mt 7.7-11; Fp 4.6).
e) Devemos orar de coração pelos outros, especialmente oração intercessória (Nm 14.13-19; Sl 122.6-9; Lc 22.31,32; 23.34).

2) Como devemos orar?

Jesus acentua a sinceridade do nosso coração, pois não somos atendidos na oração simplesmente pelo nosso falar de modo vazio (Mt 6.7). Podemos orar em silêncio (1Sm 1.13) ou em voz alta (Ne 9.4; Ez 11.13). Podemos orar com nossas próprias palavras, ou usando palavras diretas das Escrituras. Podemos orar com a nossa mente, ou podemos orar através do Espírito (i.e., em línguas, 1Co 14.14-18). Podemos até mesmo orar através de gemidos, i.e., sem usar qualquer palavra humana (Rm 8.26), sabendo que o Espírito levará a Deus esses pedidos inaudíveis. Ainda outro método de orar é cantar ao Senhor (Sl 92.1,2; Ef 5.19,20; Cl 3.16). A oração profunda ao Senhor será, às vezes, acompanhada de jejum (Ed 8.21; Ne 1.4; Dn 9.3,4; Lc 2.37; At 14.23; ver Mt 6.16).

(3) Qual a posição apropriada, do corpo, na oração?

A Bíblia menciona pessoas orando em pé (8.22; Ne 9.4,5), sentadas (1Cr 17.16; Lc 10.13), ajoelhadas (Ed 9.5; Dn 6.10; At 20.36), acamadas (Sl 63.6), curvadas até o chão (Êx 34.8; Sl 95.6), prostradas no chão (2Sm 12.16; Mt 26.39) e de mãos levantadas aos céus (Sl 28.2; Is 1.15; 1Tm 2.8).

EXEMPLOS DE ORAÇÃO EFICAZ.

A Bíblia está cheia de exemplos de orações que foram poderosas e eficazes.

1) Moisés fez numerosas orações intercessórias às quais Deus atendeu, mesmo depois de Ele dizer a Moisés que ia proceder de outra maneira.

2) Sansão, arrependido, orou pedindo uma última oportunidade de cumprir sua missão máxima de derrotar os filisteus; Deus atendeu essa oração ao lhe dar forças suficientes para derrubar as colunas do prédio onde os inimigos estavam exaltando o poder dos seus deuses (Jz 16.21-30).

3) Deus respondeu às orações de Elias em pelo menos quatro grandes ocasiões; em todas elas redundaram em glória ao Deus de Israel (17-18; Tg 5.17,18).

4) O rei Ezequias adoeceu e Isaías lhe declarou que morreria (2Rs 20.1; Is 38.1). Ezequias, reconhecendo que sua vida e obra estavam incompletas, virou o rosto para a parede e orou intensamente a Deus para que prolongasse sua vida. Deus mandou Isaías retornar a Ezequias para garantir a cura e mais quinze anos de vida (2Rs 20.2-6; Is 38.2-6).

5) Não há dúvida de que Daniel orou ao Senhor na cova dos leões, pedindo para não ser devorado por eles, e Deus atendeu o seu pedido (Dn 6.10,16-22).

6) Os cristãos primitivos oraram incessantemente a Deus pela libertação de Pedro da prisão, e Deus enviou um anjo para libertá-lo (At 12.3-11; cf. 12.5 nota). Tais exemplos devem fortalecer a nossa fé e encher-nos de disposição para orarmos de modo eficaz, segundo os princípios delineados na Bíblia.

A Família em Três Dimensões


A Família em Três Dimensões

Gênesis 35

Introdução: Podemos cercar a família de deuses falsos, ou rejeitá-los e buscar a benção de Deus.

1. A família modernizada ( Gn 31.19-34)

“Deuses estranhos” humanismo, materialismo, consumismo, mundanismo,
“O pecado” (Mc 7.21-23;Gl 5, Am 2.6-3,4.1,5.10-12,6.3-6,
“Deus é Santo” (Sl 15,24)
A família enferma, doente,em crise,desintegrada,
O pecado é sutil,vivemos um período de permissividade.

2. A família Sarada (Gn 35.1-7)

Eles entregaram os deuses, abandonaram, romperam com o pedado(v.4).Precisamos trazer ao Senhor nossos pecados e deixá-los ao pé do calvário (Rm 6)
O inimigo foi amarrado (v.5)
Um altar é levantado a Deus (v.7)
A família sarada reata sua comunhão com Deus.

3. A família abençoada (Gn 35.9-15)

Mudança, conversão,metáfora,novo nome (v.10)
Filhos (v.11)
Prosperidade (v.12)
Unção (v.14)

Conclusão: Jacó foi pai de 12 filhos, dentre eles Judá.Dele veio Jesus, o Leão da tribo de Judá.
Este cap. 35 começou com Deus dizendo a uma família que se levantasse.Hoje Deus convida sua família para se levantar, abandonar o que não é de Deus e segui-lo.

ATITUDE

A TUA ATITUDE DETERMINA A TUA ALTITUDE !!

Exemplos de pessoas que tiveram ATITUDES...

1. Mulher do Fluxo de sangue
2. Marta / Maria aos pés de Jesus
3. Os discípulos no barco no meio da tempestade “Senhor não se te dá que pereçamos?”
4. Pedro (saiu do barco por cima das ondas para ir ter com Jesus)
5. Josué / Caleb
6. Jaco “ Não te deixarei enquanto não me abençoares”

Nossos resultados dependem:
- 10% das nossas habilidades
- 20% dos nossos conhecimentos
- 70% das nossas atitudes.

Habilidades técnicas são condições necessárias, porém não suficientes.
Podes ser perito e ainda assim fracassares.
O que realmente faz a diferença são as tuas ATITUDES.

Atitude é predisposição, é o hábito do pensamento, é a forma como encaras a vida e a ti mesmo.

1 – Cuida dos teus relacionamentos ou submete-te à rejeição.

Cuidar dos relacionamentos é considerado a principal competência neste século… Cultiva relacionamentos.
Procura estar verdadeiramente interessado em ajudar as pessoas.
Se te ligares às pessoas, elas vão-se ligar a ti. Ou então, terás que contar unicamente com teus próprios esforços.

Pv 18:24 “O homem de muitos amigos deve mostrar-se amigável, mas há um amigo mais chegado do que um irmão.”

Pv 17:17 “Em todo o tempo ama o amigo; e na angústia nasce o irmão”

2 - Tenha poucos e bons objectivos ou deixa-te levar pela corrente.

“Quem muitos burros toca, algum há-de ficar para trás.”
Somos movidos por objectivos valiosos e significativos que concretizam nossos sonhos.
E o que seria a vida sem sonhos?
Sonhar é essencial. “O sonho comanda a vida”

Pensa alto, alto e ainda mais alto. Se não tiveres a certeza para onde vais, por melhor que seja o caminho, ele não será o teu caminho.

Ec 9:10 “Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças, porque na sepultura, para onde tu vais, não há obra nem projeto, nem conhecimento, nem sabedoria alguma.”

Direccione-se a poucas coisas que produzem resultados significativos. Faça o que fizer, faça bem feito, ou fique com a sensação de produzir muito esforço e pouco resultado.

3 - Transforma o universo, ou então serás apenas mais um observador.

Jovem que é jovem não se conforma com o rotineiro: é um transgressor do convencional.
É aquele que procura sempre algo novo.
? Pertences ao grupo dos que fazem a diferença ou dos que preferem habitar na mediocridade, lugar comum, zona de conforto ?

4 – Controla as tuas próprias emoções ou serás escravo da própria impulsividade.

Quando conheces as tuas próprias forças e limitações ( aquelas que causam comportamentos hostis ou agressivos) começas a construir relacionamentos mais produtivos e duradouros.
Caso contrário, se fizeres o que te dá vontade, corres o risco de ofender os outros, tornas-te escravo da própria imaturidade, vives com remorsos e arrependimento, afastas as pessoas e acumulas stress.

5 - Aprende a aprender ou embrutece na tua própria ignorância.

Aprender é mais do que uma habilidade é uma atitude.
É estar aberto ao novo, aos ventos da mudança.
Mas só aceites mudanças que respeitem teus valores e teus objectivos centrais.
Aprendizagem é descoberta - exige abertura, flexibilidade e humildade.

6 - Prefere acções nutrientes em vez de tóxicas.

Há os que têm mentalidade da abundância.
São pessoas que detectam oportunidades por onde passam. São pessoas que vêem nos erros oportunidades de progresso.
Ao contrário, há aqueles que têm mentalidade da escassez: "tudo vai dar errado". Culpados são os outros. Têm dificuldade de encarar a própria rigidez. Pessoas tóxicas contaminam tudo por onde passam. Afasta-te delas.

7 - Compreende para ser compreendido ou morre no ostracismo. (exclusão e esquecimento)

Ligue-te aos interesses das pessoas, procure entendê-las e aceitá-las como são.
Pergunta e ouve com atenção. Se fores simpático, as pessoas também o serão para ti e irão procurar-te.
O teu maior património não é composto por bens materiais, mas pela quantidade e pela qualidade dos relacionamentos que você tens.

8 - Adopte a "Ética do Prazer" em vez da "Ética do Dever".

O homem faz do trabalho um sacrifício e do amor um pecado.
Sabendo disso, passa toda a tua vida com gratidão e harmonia.
Ama a vida, passa a agradecer a Deus por estarmos vivos todas as manhãs. Respire fundo. Relaxa e curta a vida. Sorria. Esqueça as coisas pequenas e abrace causas grandiosas.

9 - Sê amigo da verdade e afaste-te dos que corrompem tudo.

Valores sadios como honestidade, honra, dignidade e respeito fazem bem para a alma.
Conquista os teus objectivos e curte o teu sucesso sempre observando um conjunto de princípios e/ou valores que norteiam a tua conduta.
Podes escapar do julgamento dos homens, mas não escapas do julgamento da tua própria consciência.

10 - Acredita no teu valor em vez de agires tentando provar o teu valor.

Tu ages segundo a tua auto-imagem.
Se te vês como um vencedor, acabarás por agir como um vencedor.
Se te vês como um fracassado, acabarás por agir como um fracassado.

Abomina viver sobre o vício da aprovação, falsificando-te a ti mesmo para seres aceito.

Como vencer a Esterilidade das Promessas


Como vencer a Esterilidade das Promessas

Génesis 12.1-3 "Ora, o Senhor disse a Abrão: Sai-te da tua terra, da tua parentela, e da casa de teu pai, para a terra que eu te mostrarei. Eu farei de ti uma grande nação; abençoar-te-ei, e engrandecerei o teu nome; e tu, sê uma bênção. Abençoarei aos que te abençoarem, e amaldiçoarei àquele que te amaldiçoar; e em ti serão benditas todas as famílias da terra."

Hebreus 11.6-12 "Pela fé Abraão, sendo chamado, obedeceu, saindo para um lugar que havia de receber por herança; e saiu, sem saber para onde ia. Pela fé peregrinou na terra da promessa, como em terra alheia, habitando em tendas com Isaque e Jacó, herdeiros com ele da mesma promessa; porque esperava a cidade que tem os fundamentos, da qual o arquitecto e edificador é Deus. Pela fé, até a própria Sara recebeu a virtude de conceber um filho, mesmo fora da idade, porquanto teve por fiel aquele que lho havia prometido. Pelo que também de um, e esse já amortecido, descenderam tantos, em multidão, como as estrelas do céu, e como a areia inumerável que está na praia do mar."

Introdução:

O Senhor é Deus de promessas. Mas porque é que algumas promessas não passam simplesmente de promessas?

Toda promessa já nasce com tendência para esterilidade. Apesar de crermos que vai acontecer, elas não acontecem, pois nós (destinatários da promessa) somos estéreis por natureza.

Em Génesis 12, Deus chama Abraão e promete através dele encher a Terra. Já em Hebreus 11, o apóstolo Paulo diz que esta promessa também se estendeu para seus filho Isaque, e seu neto Jacó. Porém observe, o mais fascinante é que:

Sara, mulher de Abraão, era estéril!
Rebeca, mulher de Isaque, era estéril!
Raquel, mulher de Jacó, era estéril!


Este é o grande segredo das promessas de Deus. Elas são baseadas no impossível.
Observemos agora, como os nossos patriarcas agiram para que esta maldição de esterilidade fosse retirada de suas vidas!

1. Abraão CREU: Devemos crer de todo o coração!

Gênesis 15.1-6
"Depois destas coisas veio a palavra do Senhor a Abrão numa visão, dizendo: Não temas, Abrão; eu sou o teu escudo, o teu galardão será grandíssimo.
Então disse Abrão: Ó Senhor Deus, que me darás, visto que morro sem filhos, e o herdeiro de minha casa é o damasceno Eliézer?
Disse mais Abrão: A mim não me tens dado filhos; eis que um nascido na minha casa será o meu herdeiro.
Ao que lhe veio a palavra do Senhor, dizendo: Este não será o teu herdeiro; mas aquele que sair das tuas entranhas, esse será o teu herdeiro.
Então o levou para fora, e disse: Olha agora para o céu, e conta as estrelas, se as podes contar; e acrescentou-lhe: Assim será a tua descendência.
E creu Abrão no Senhor, e o Senhor imputou-lhe isto como justiça."

2. Isaque OROU: A oração faz iniciar o processo da gravidez espiritual!

Genesis 25.21 "Ora, Isaque orou insistentemente ao Senhor por sua mulher, porquanto ela era estéril; e o Senhor ouviu as suas orações, e Rebeca, sua mulher, concebeu."

3. Jacó TRABALHOU: Como com Lázaro, devemos remover a pedra!

Gênesis 29.31 "Viu, pois, o Senhor que Léia era desprezada e tornou-lhe fecunda a madre; Raquel, porém, era estéril."

Gênesis 29.21-27 "Então Jacó disse a Labão: Dá-me minha mulher, porque o tempo já está cumprido; para que eu a tome por mulher... Respondeu Labão: Não se faz assim em nossa terra; não se dá a menor antes da primogênita... Cumpre a semana desta; então te daremos também a outra, pelo trabalho de outros sete anos que ainda me servirás."

Gênesis 30.22-24 "Também lembrou-se Deus de Raquel, ouviu-a e a tornou fecunda. De modo que ela concebeu e deu à luz um filho, e disse: Tirou-me Deus a humilhação. E chamou-lhe José, dizendo: Acrescente-me o Senhor ainda outro filho."

Conclusão:

Os resultados da fé, oração e trabalho, sempre serão a multiplicação e a geração de milagres baseados nas promessas de Deus.
O Senhor é o Deus que cura a esterilidade!

Deus te abençoe
Pr. Ricardo Ribeiro